POSTAGENS

aposentadoria 2022

Como funciona a Aposentadoria do Homem em 2022

A aposentadoria do Homem e da Mulher sempre teve suas diferenças no INSS, mas como está funcionando hoje, no ano de 2022, para se aposentar na modalidade masculina?

Atualmente não existe mais a possibilidade de se aposentar somente por tempo de contribuição.

Regra geral para o Homem se aposentar depois da reforma previdenciária, que ocorreu no mês 11 de 2019, é que ele deverá ter no mínimo 65 anos de idade e 15 anos de tempo de contribuição. É conhecida hoje como simplesmente aposentadoria por idade.

Existem as chamadas de “regras de transição” que é aplicada em casos específicos de pessoas que estavam prestes a se aposentar antes da reforma previdenciária, que são as seguintes regras:


Aposentadoria com Pedágio de 50%

Se faltava menos de 2 anos para você se aposentar antes do mês 11 de 2019, você pagará um pedágio de 50% de tempo de contribuição.

Exemplo: no mês 11 de 2019 você tinha 34 anos de tempo de contribuição, faltando somente 1 ano para se aposentar (aposentadoria por tempo de contribuição). Neste caso terá que pagar um  pedágio de 50% deste 1 ano, ou seja, terá que ter 35 anos e 6 meses de tempo de contribuição para se aposentar (35 anos é o normal e os 6 meses é o pedágio).


Aposentadoria com Pedágio de 100%

Neste caso, se no mês 11 de 2019 faltava mais de 2 anos para se aposentar, terá que pagar 100% de tempo de contribuição como pedágio.

Exemplo: no mês 11 de 2019 você tinha 30 anos de tempo de contribuição, faltando agora 5 anos para se aposentar por tempo de contribuição. Neste caso você terá que pagar 100% de pedágio do tempo que faltava, ou seja, terá que pagar 5 anos de pedágio a mais. Neste caso, será exigido 40 anos de tempo de contribuição total para se aposentar (35 anos normal e 5 anos do pedágio).


Idade Mínima Progressiva

Se o homem tiver 62 anos e 6 meses de idade + 35 anos de tempo de contribuição, poderá se aposentar nesta regra.


Regra de Pontos

Se a somatória da sua idade + o tempo de contribuição for de 99 pontos, poderá se aposentar nesta modalidade.

Exemplo: você tem 60 anos de idade e 39 anos de tempo de contribuição, neste caso, se somarmos idade + tempo de contribuição chegaremos aos 99 pontos.


Qual vai ser o valor da aposentadoria?

Todas as aposentadorias são calculadas da mesma forma (chamaremos de regra geral), com exceção das aposentadorias com pedágio de 50% e a de 100%.

Regra geral de cálculo: primeiramente você faz uma média simples de todas as suas contribuições. O valor desta média você aplicará um coeficiente redutor que será de 60% + 2% para cada ano que exceder a 20 anos de tempo de contribuição.

Exemplo: Pedro somou todos os meses de tempo de contribuição que possui e dividiu pela quantidade de meses somado, chegando a uma média simples de R$2.000,00. Pedro possui 30 anos de tempo de contribuição, ou seja, tem 10 anos a mais que os 20 anos exigidos. Neste caso, Pedro, terá um coeficiente redutor de 80% (60% básico + 20% referente aos 10 anos excedidos). Por fim, como a média das contribuições de Pedro resultou em R$2.000,00, ele se aposentará somente com 80% deste valor, ou seja, basta multiplicar dois mil reais por 80% e chegará ao valor final da aposentadoria de R$1.600,00.

Regra de cálculo para o Pedágio de 50%: você terá que fazer novamente a média simples de todas as suas contribuições. O resultado terá que multiplicar pelo fator previdenciário. Abaixo calculadora para você calcular o Fator Previdenciário.

Regra de cálculo para o Pedágio de 100%: você terá que fazer também a média simples de todas as suas contribuições. O resultado será de fato o valor da sua aposentadoria, nesta situação você se aposenta integralmente, sem nenhuma redução.

 

Conclusão

Estas são as regras que existem hoje, no ano de 2022, para o homem se aposentar no INSS.

Existem vários fatores que aumentam o valor final da aposentadoria que o segurado do INSS tem que se atentar. Mais de 90% dos benefícios do INSS são concedidos de forma errada e muitas vezes não é culpa do INSS e sim do próprio segurado que deu entrada com a documentação errada.

Por este motivo é muito aconselhado que se faça um planejamento de aposentadoria antes de se aposentar ou busque auxílio de um advogado na hora de dar entrada na aposentadoria. 

Lembre-se, você se aposenta uma vez só na vida. Não vai querer fazer algo errado e estragar sua aposentadoria para sempre não é mesmo?

VEJA OUTROS POSTS ABAIXO

× Falar com Advogado